Bacias de contenção de águas pluviais: resolvendo a sedimentação

Quando ocorrem tempestades, os sistemas de contenção de águas pluviais são fundamentais para evitar a sobrecarga e proteger as comunidades. A sedimentação, no entanto, pode ser um grande problema nas bacias de contenção. Saiba como uma estação de tratamento na Bélgica resolveu este problema com a tecnologia da Xylem e a expertise de engenharia.

As áreas urbanas são especialmente vulneráveis às inclemências do tempo. Nas cidades, as superfícies são menos permeáveis e é maior o escoamento de águas pluviais, o que aumenta o risco de inundações e sobrecarga dos esgotos combinados. A contenção de águas residuais é uma forma de resolver isso.

O que é a contenção de águas residuais? A contenção de águas residuais é um método de gerenciamento de águas pluviais que reduz os picos de vazão à taxa normal por meio do uso de bacias ou tanques. Essas bacias ou tanques coletam as águas pluviais e devolvem-nas lentamente à rede, a taxas controladas.

A contenção de águas residuais não apenas ajuda a evitar inundações e sobrecarga de esgotos combinados, mas também pode garantir que processos essenciais, como o tratamento, possam ser executados. É a solução de controle ideal para regular o fluxo de águas pluviais e pode ser implementada de várias formas diferentes. Entre elas, estão tanques de infiltração, túneis profundos de contenção e sistemas alternativos, como o túnel SMART de Kuala Lumpur, que é uma autoestrada combinada com um túnel de águas pluviais.

A contenção de águas pluviais também apresenta uma série de desafios, a maioria deles relacionada à sedimentação e à limpeza.

Evitando a sedimentação em bacias de contenção de águas residuais

A sedimentação nas bacias de contenção pode causar odores desagradáveis e contaminação. Nos casos mais graves, a sedimentação pode entupir bombas se a estação receptora for esvaziada repentinamente sem a suspensão contínua de sólidos.

No Complete Guide to Stormwater Management da Xylem, você pode aprender como os diferentes métodos para esvaziar e limpar as bacias de contenção de águas pluviais afetam a sedimentação. Por exemplo, podem ser usados misturadores para evitar a sedimentação em tanques de contenção mantendo os sólidos em suspensão e criando uma mistura uniforme.

Desafio belga: acúmulo de lodo em bacias de contenção

Um dos projetos de contenção de águas residuais que a Xylem recentemente concluiu foi em uma estação de tratamento de esgotos em Rosières, na Bélgica. A estação – operada pela Intercommunale of Walloon – é a segunda maior da região, tratando águas residuais para mais de 100.000 moradores. Os gerentes da estação estavam tendo problemas com o acúmulo de lodo em duas bacias de contenção de águas residuais.

As bacias de contenção foram criadas para proteger a comunidade contra um aumento súbito no fluxo de águas residuais devido às tempestades e foram recentemente reformadas para cumprir as últimas normativas europeias. No entanto, os problemas nessas duas bacias continuaram causado falhas na estação, o que se tornou um verdadeiro desafio para os gerentes.

A principal origem dos problemas estava no fato do escoamento de águas pluviais carregar areia fina, o que torna a água abrasiva. A areia afetou a mistura contínua do esgoto, que é necessária para tratar o lodo em excesso. Isso provocou um acúmulo de lodo no fundo das duas bacias de contenção. Também dificultou e encareceu a limpeza das bacias, pois eram necessários carros-tanque e soluções de drenagem dispendiosas para gerenciar o lodo.

Melhorando a capacidade de mistura e limpeza das bacias

Trabalhando com a Intercommunale of Walloon e uma equipe de engenheiros civis, a Xylem ajudou a desenvolver uma solução de engenharia que melhorou a capacidade de mistura e limpeza das bacias.

Novos ejetores de ar-água equipados com bombas com impulsores de ferro duro substituíram os hidroejetores que estavam instalados e falhavam. Os novos ejetores foram projetados para remover os sedimentos do fundo, criar um fluxo de massa, suspender partículas e, em última análise, proporcionar uma mistura mais homogênea.

Melhorias de projeto e manutenção para impedir a sedimentação

O projeto de ambas as bacias foi revisado para definir como influenciar melhor as diferentes fases de mistura, drenagem e limpeza.

Isso teve como resultado a integração de um poço de drenagem na borda de cada bacia, assim como uma inclinação de 1% no fundo para reduzir o risco de problemas relacionados à sedimentação – especialmente durante períodos prolongados de seca. Também foi implementado um programa consistente de operação e manutenção para a limpeza, a fim de proporcionar um desempenho ideal.

Esse projeto de contenção melhorou com sucesso o tratamento de águas residuais e pluviais de toda a região do Brabante Valão. O sistema de esgotos da região agora está muito melhor equipado para gerenciar futuras tempestades e as águas pluviais.

Quer saber mais sobre a contenção de águas residuais?

Faça download do manual: The Complete Guide to Stormwater Management

Série de artigos

Em foco: Tecnologia e gestão inteligentes da água

Começar a ler

ASSINE NOSSO BOLETIM