Funcionários da Xylem se voluntariam para melhorar recursos hídricos

Durante o Mês de Serviço da Xylem, em outubro, os funcionários se ofereceram para realizar atividades voluntárias relacionadas à água em suas comunidades, incluindo a limpeza de fontes de água e a reconstrução de casas em Houston. A Xylem estabeleceu uma meta para que os funcionários oferecessem 35 mil horas de voluntariado durante 2017. Conversamos com Michael Fields, diretor do Xylem Watermark, para saber mais.

O que é o Mês de Serviço da Xylem?

O Xylem Watermark possui dois grandes eventos de voluntariado durante o ano: nosso desafio de 30 dias, entre 22 de março, Dia Mundial da Água, e 22 de abril, Dia da Terra; e nosso Mês de Serviço, em outubro. Durante o Mês do Serviço, nossos funcionários trabalham com organizações sem fins lucrativos e ONGs para apoiá-las em suas missões relacionadas à água. Podem ser atividades relativas à limpeza de fontes de água, à construção de castelos de água em países em desenvolvimento, ou atividades que eles façam por conta própria.

Como o foco do Xylem Watermark mudou?

Xylem Watermark é o programa de cidadania corporativa e investimento social da nossa empresa, e agora o expandimos para incluir mais foco no voluntariado dos funcionários. O Xylem Watermark trabalha com organizações sem fins lucrativos para fornecer acesso a água limpa e saneamento em países em desenvolvimento. Agora, nós ampliamos isso incentivando os funcionários a se voluntariarem para realizar atividades relacionadas à água em suas comunidades locais.

O Xylem Watermark ainda foca em países em desenvolvimento?

Absolutamente. Essas atividades voluntárias são uma extensão do programa. No passado, enviamos voluntários a países em desenvolvimento para ajudar nossos parceiros a construir castelos de água, por exemplo. O que ouvimos, porém, foi que as pessoas queriam saber como poderiam estar mais envolvidas em fazer diferença onde quer que estivessem. O Mês do Serviço lhes dá a oportunidade de fazer isso. Elas podem se voluntariar por três horas no horário de escritório, trabalhando para uma organização sem fins lucrativos ou fazendo outra coisa. Se você é voluntário na escola do seu filho, isso também é ótimo.

Quem são os Campeões Watermark?

Em cada local da Xylem pelo mundo temos Campeões Watermark. Estes Campeões, cerca de 300 pessoas, ajudam a organizar as atividades voluntárias locais para nossos funcionários. Algo excelente em relação a essas atividades é que, seja você um funcionário de escritório, um engenheiro ou um trabalhador de chão de fábrica, quando somos voluntários, todos trabalhamos com o mesmo objetivo. É uma ótima maneira de fazer algo positivo ao mesmo tempo que nos conectamos com as pessoas no trabalho. Para muitas das organizações sem fins lucrativos com as quais nos associamos, é difícil conseguir voluntários, então eles realmente apreciam a ajuda.

Como o Xylem Watermark ajudou a diminuir as consequências dos furacões?

A Xylem já se comprometeu com 1 milhão de dólares em ajuda a ações relacionadas aos furacões Harvey e Irma e às inundações no sul da Ásia. A empresa também se comprometeu com amplo apoio a Porto Rico, incluindo suporte financeiro, organizando as contribuições dos funcionários e se dedicando a levar água limpa às áreas mais atingidas da ilha.

Além disso, estive recentemente em Houston com voluntários da Xylem. Temos vários voluntários indo para ajudar a reconstruir as casas que foram afetadas pelo furacão, particularmente cooperando com famílias de baixa renda. Isso pode parecer diferente do que o Xylem Watermark faz mas, se você analisar o que realizamos com castelos de água nos países em desenvolvimento, nosso foco é prestar serviços às pessoas menos afortunadas. No caso dos furacões, existem fundos do governo para ajudar os moradores a reconstruir, mas as pessoas de baixa renda normalmente não têm acesso a eles. Nós realmente queremos garantir que estamos ajudando às pessoas que têm dificuldade em se reerguer sozinhas.

Quais foram as outras atividades realizadas em outubro?

Tivemos muitos tipos diferentes de projetos por todo o mundo. Por exemplo, em nossa sede aqui nos EUA, fomos para uma reserva em Nova York e organizamos uma limpeza de fonte de água. Em nossa fábrica em Emmaboda, na Suécia, mais de 700 funcionários participaram de um evento para compartilhar idéias sobre como economizar água em nossa vida diária e no trabalho. Na Alemanha, voluntários participaram de uma maratona organizada por uma ONG relacionada aos cuidados da água para ajudar a angariar fundos. Empregados da nossa fábrica na Índia se ofereceram para construir castelos de água nas escolas.

O que o inspira sobre o Mês de Serviço?

Todas as atividades são realmente inspiradoras. É um sentimento muito bom quando você participa de um evento e vê o resultado de todo o trabalho duro que foi planejado. Para mim, a recompensa final é quando os voluntários me dizem que querem fazer novamente.

Série de artigos

Em foco: desafios atuais e futuros das empresas públicas

Começar a ler

Boletim